A Droga da Obediência, de Pedro Bandeira (#4)

  • quinta-feira, agosto 11, 2016
  • By Aline Lanis
  • 8 Comments


marcador de Donnie Darko de intruso
O que dizer desse livro que tava completamente abandonado e esquecido aqui em casa e que só li por indicação? Quase nunca leio livros por indicação, sou um pouco cabeça dura quanto a isso... orgulhosa na verdade. Mas como um dos desafios da Maratona Literária era um livro que um amigo te indicou.. fui ler né. De certa forma como uma "obrigação".

Mas acabou que logo após ler a contra capa e orelhas, eu me apaixonei pela história! Claro, não dava para julgá-la completamente, mas fui cativada ali mesmo. Fico feliz que não saí decepcionada dessa aventura. Bom, a história conta a aventura de um grupo secreto de quatro amigos que se juntam e desvendam mistérios. Queria já dizer bem no começo o quanto eu gosto dessa ideia, grupos de adolescentes se envolvendo em altas loucuras assim.


O grupo é composto por Miguel, Calu, Crânio e Magrí originalmente, e Chumbinho acaba entrando para Os Karas meio que sem querer querendo. Isso porque ele é um super fã e também um super stalker (eu teria medo dele na verdade haha) e fica sabendo dessa reunião e interrompe ela. Miguel bola um plano para tentar despistar o invasor. Faz uma falsa cerimônia de iniciação para depois mudar todos os códigos, seguranças e esconderijos.

Continuando com a primeira reunião, eles discutem sobre os sequestros que andam acontecendo na cidade de São Paulo. Mas antes de fazerem qualquer plano, Miguel tenta excluir Chumbinho dizendo que eles não devem interferir no trabalho da polícia. Mas Chumbinho quer muito ajudar então vai trabalhar sozinho para desvendar o que está acontecendo. Mas então ele mesmo acaba sendo sequestrado.
A história é simples e não tem "enrolações". Ela é direta, isso devido ao fato de que é um livro voltado para o público adolescente. Mas isso de forma alguma altera a qualidade da escrita de Pedro, ele sabe escrever de forma simples sem deixar os fatos narrados superficiais ou com a sensação de serem falsos.

E esse tema? Disse ali em cima que fui cativada pela sinopse. Como não se cativar com uma história onde há alguém querendo controlar todo mundo? A-D-O-R-O. Pedro escreveu "A Droga da Obediência" inspirado por uma dor de cabeça. Durante uma crise violenta de cefaleia de Harton, Pedro pensou como era injusto aquele sofrimento que ele passava já que a injeção que fazia a dor parar tinha sido deixada de ser fabricada. Com isso a reflexão de que um laboratório que consegue controlar as dores que as pessoas sentem é mais poderoso um exército.

E não é verdade? É uma ideia uma medonha ao pensar dessa forma... há tantas formas de poder além das tradicionais que passam em nossas cabeças ao pensar no significado dessa palavra. Esse livro é um prato cheio para abrir a reflexão sobre esse tema, sobre como a humanidade pode se perder no caminho, sobre a ganância, egoísmo e também sentimento de superioridade. 
me apaixonei pelas ilustrações no fim e início de capítulo! Hector Gomez tá de parabéns <3 
Aliás, acho bem massa o fato de que são garotos de famílias da elite que estão aí lutando para o bem de todos. Acho que deve ter como objetivo nos mostrar esperança, de que não é certo generalizar. Pessoas não são a classe social em que ocupam e sim suas ideias e princípios. 

O mais legal desse livro é toda a reviravolta que ele possuí. Você fica com o constante sentimento que ninguém é confiável. Adorei como  pude sentir tudo o que senti com a leitura de "O Sonho de Eva", um dos meus livros favoritos, em um livro menos maduro escrito para adolescentes. 
Assim como a droga presente nessa história, a escrita de Pedro Bandeira também é poderosa. Mas por sua vez, não é um poder ruim, mas ótimo.

Durante a minha leitura eu encontrei vários amigos que já haviam lido esse e outros livros d'Os Karas na época da escola. Senti certa inveja, queria não ter demorado tanto para ler. e vocês, já leram esse ou outra história d'Os Karas? Digam aqui nos comentários!  

Autor: Pedro Bandeira
Editora: Moderna
Páginas: 188
COMPRAR
O que achei?
não me cativou | okay | legal | me cativou | amei demais | alma gêmea | ONDE ESSE LIVRO TAVA SE ESCONDENDO?

You Might Also Like

8 comentários

  1. Olá Line.
    Nunca li esse livro e nem se quer o conhecia, estou envergonhada haha
    Vou procurar assim que possível para ler.
    "Pessoas não são a classe social em que ocupam e sim suas ideias e princípios."
    Adorei isso.
    Linda postagem. Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Procura sim!! Eu adorei demais ele.
      Meu amigo adorou essa frase também. Escrevi tão no automático haha

      Obrigada, beijo.

      Eliminar
  2. Uau, esse livro também estava na minha TBR da Maratona, mas infelizmente ele foi um dos dois livros que não consegui concluir durante o tempo.
    Mas a resenha me fez ter vontade de ler o mais rápido possível.
    Amor por esse blog <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só ficou dois para trás? Na minha TBR ficou 4! hahaha Mas ainda vou ler eles assim que tiver tempo.

      Leia sim! A leitura é rapidinha <3
      Obrigada ^^

      Eliminar
  3. Oi, Aline!

    Um amigo me indicou esse livro esses dias haha. Estou com vontade de lê-lo já faz um tempinho. É clássico, né? Preciso ler ♥♥

    Beijos,
    Flá Bergamin
    http://voceetaolivro.com.br/ | http://bit.ly/2b7qACL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Acho que todos precisam ler! É TÃO BOM!! <3

      Beijos

      Eliminar
  4. Acredita que ainda não li esse livro? :$
    HUSAHSUHSUAS
    Mas lerei o mais rápido possível!

    Beijos!

    https://pequenosinfinitosz.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar