{LIVROS EM AÇÃO} Minhas Tardes Com Margueritte

by - quarta-feira, agosto 17, 2016

Título Original: La Tête en Friche
Gênero: Drama
Direção: Jean Becker
Duração: 81 minutos
País: França
Ano: 2010

Olá pessoal! Resolvi fazer uma coisa um pouco diferente, mas ainda sobre algo que amo. Vamos falar sobre filmes? Vamos! Mas não vai ser qualquer filme, meu plano é falar sobre filmes que de alguma forma tem livros envolvidos. Diretamente ou não com a história. Então vamos lá?

O que dizer desse filme maravilhoso? Esse filme é muito bonitinho. É um dos melhores filmes franceses que eu já assisti. Minha professora de francês que me apresentou a essa linda história e não tem uma vez que eu não me emocione assistindo esse filme.

Baseado no livro de mesmo nome de Marie-Sabine Roger, ele conta a história de Chavez Germain, um homem simples de 45 anos que é jardineiro e feirante e quase analfabeto. Ele mora num trailer no quintal da casa de sua mãe, com quem ele não tem uma relação boa. Nunca teve na verdade.

Germain nunca foi desejado por ela. Ele é fruto de um descuido. Sua mãe engravidou após uma noite com um homem que conheceu em uma festa. Dessa forma, ele nunca foi bem tratado. Ela era extremamente má com ele mas, apesar desse ódio aparente ela ainda amava ele sim. Há uma cena bem forte onde ela mostra o quão guerreira ela é. O que se confirma no fim do filme.

Ao pensar bem, eu consigo entender o lado dela. Não deixa de ser desagradável a forma como Germain é tratado, não. Não justifica, mas eu entendo. O Germain era uma constante lembrança do erro cometido por ela, ela era jovem demais e ao que dá pra entender o cara abandonou ela.

Vemos ao longo do filme, flashbacks da vida de Germain e das humilhações sofridas por ele tanto na escola pelo fato dele ter dificuldades para ler quanto pela própria mãe por motivos citados ali em cima. E esses acontecimentos ainda acontecem em sua vida. Embora tenha amigos, ele é sempre alvo de piadinhas e isso é um dos motivos dele ser tão rabugento.

Mas isso muda quando ele encontra Margueritte no lugar onde ele normalmente fica em uma praça. E essa senhorinha é totalmente o oposto de Germain: ela é fruto de amor verdadeiro, teve uma vida boa e é apaixonada pela leitura. E após esse primeiro encontro, Margueritte lê para seu novo amigo o seguinte trecho do livro "A Peste" de Albert Camus:
"Pode-se imaginar, por exemplo, uma cidade sem pombos, sem árvores nem jardins, onde não se ouça um bater de asas, o farfalhar das folhas, um lugar neutro, em outras palavras? A mudança das estações só se lê no céu, a chegada da primavera se sabe pela qualidade do ar ou pelos cestos de flores trazidos por jovens vendedores dos subúrbios. Uma primavera vendida nos mercados".
E é por causa desse trecho que é iniciada oficialmente uma linda amizade desenvolvida por esses dois opostos. Margueritte desperta o interesse pela leitura em Germain. E cada vez mais ele corre atrás de ler e de saber coisas.

"Minhas Tardes Com Margueritte" é uma história de amor contada de forma linda. Ela aborda de forma cômica as experiências pesadas da vida de Germain, dando uma quebra mas ainda assim emocionando quem assiste. E os personagens são tão cativantes!

Margueritte é minha ídola, quero ser ela quando crescer. Continuar lendo vorazmente até minha velhice. E o Germain? O que dizer desse homem? Ele é um ser humano tão profundo. Ele é sim um homem rabugento e chatinho no início mas você sabe que isso é tudo fruto dos traumas que ele viveu. Vejo ele como um poço cheio de emoções. Ele é um personagem tão belo! Não consigo expressar o tanto que eu gosto desse personagem..

E o desfecho do filme é maravilhoso! É lindo e emocionante e tem a melhor fala de todo o filme:
"Um encontro pouco comum, entre o amor e a ternura, não tinha outra coisa. Tinha nome de flor e vivia entre as palavras. Adjetivos rebuscados, verbos que cresciam como a grama, alguns ficavam. Entrou suavemente desde o córtex até o meu coração. Nas histórias de amor há mais que amor. Às vezes não há nenhum 'eu te amo', mas se amam. Um encontro pouco comum. Eu a conheci por acaso no parque. Ela não ocupava muito espaço, era do tamanho de uma pomba com as suas penas. Envolta em palavras, em nomes, como o meu. Ela me deu um livro, e outro, e as páginas se iluminaram. Não morra agora, há tempo, espere. Não é a hora, florzinha. Me dê um pouco mais de você. Me dê um pouco mais da sua vida. Espere. Nas histórias de amor há mais que amor. Às vezes não há nem um 'eu te amo', mas se amam."
O que mais me marcou disso tudo é frase: "Nas histórias de amor há mais que amor. Às vezes não há nenhum 'eu te amo', mas se amam." Cara, o quão forte é isso? Forte e verdadeiro. Realmente, eu amo tantas pessoas por aí e algumas eu nunca falei 'eu te amo' ou nem nada parecido.

Acho que a coisa mais importante que podemos aprender é que essas três palavras não é o que define se alguém te ama ou não. O amor tá presente em tantas outras coisas. Precisamos abrir os olhos e acham isso sem esperar que nos falem, Porque afinal, palavras não são verdades absolutas.

Acho que nem preciso falar o quão curiosa eu fiquei em ler o livro que esse filme foi baseado. Tô louca pra ler, espero que eu consiga ler já que ele não foi publicado no Brasil então terei que ler em francês. Espero dar orgulho a minha professora, Lana. hahaha

O que vocês acharam desse tipo de post? Alguém já assistiu esse filme ou ficou curioso para assistir? Me falem aí embaixo :D

Assista ao trailer:





You May Also Like

19 comentários

  1. Boa dica! Já fiquei querendo assistir e ler! Bjus!

    ResponderEliminar
  2. Oi. Lindo o post. Ainda não vi o filme. Mas com certeza irei colocar na minha lista. Beijinhos

    http://lereaminhavida.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! Coloque e assista, não vai se arrepender! ❤

      Eliminar
  3. Obrigada pela indicação. Eu não conhecia o filme... Fiquei interessada. Ah, vi que a senhorinha na foto estava com o livro "A peste", de Albert Camus... Escritor maravilhoso, um dos melhores da literatura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já leu "A Peste"? Me deu uma super vontade de ler depois de ver o filme. Parece ser bem interessante.

      Eliminar
  4. Que fofinho! Nunca tinha escutado falar sobre esse filme! Fiquei curiosa para assistir! UHAUHSAUHSAUHAU
    Espero assistir em breve!
    Beijos!

    https://pequenosinfinitosz.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Filmes franceses costumam ser uma graça! ❤

      Eliminar
  5. Lineeeee
    Já falei que adoro posts de filmes baseados em livros ou envolvidos com tal? Pois é, adorei o post e olha já vou anotar aqui e correr pra ver se tem no Netflix hahaha
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca falou não! Pelo menos eu não lembro hahaha Vou fazer com mais frequência, espero que você goste deles!
      Beijo ❤

      Eliminar
  6. Que lindo post e imagino o quão maravilhosa e delicada deve ser a história!
    Fiquei encantada só pelo que escreveu e vou SIM procurar o filme pra assistir porque amei a história e quero conhecer Margueritte também.
    Um beijo ♥
    taticarvil.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei feliz por você ter se encantado pelo que tá escrito ❤
      Procure sim! Precisamos conhecer Margueritte.

      Beijoss

      Eliminar
  7. Não sabia desse filme ainda. Achei tão amorzinho <3 rs vou assisti-lo. Obrigada pela dica!

    www.brilhamiga.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Eu nunca tinha visto/ouvido falar sobre esse filme e fiquei bastante interessada! Obrigada pela dica <3

    ResponderEliminar
  9. Fiquei com vontade de ver o filme, deve ser muito amorzinho, principalmente pela figura de Margueritte!

    Beijos

    http://www.senhoritamarmelada.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Margueritte é um amor! Queria ela como amiga hahaha

      Beijos!

      Eliminar
  10. Que lindeza de resenhaaaaa! Sempre passo pela netflix e o vejo lá, tenho vontade de assistir mas faltava aquele empurrãozinho. Não sei se ele ainda está na netflix mas se tiver pode ter certeza que assistirei. Sou apaixonada por filmes assim e filmes franceses! Hehe

    Beijocas,
    www.dossiedeverao.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hahaha obrigada!
      filmes franceses são só amor! <3

      Eliminar