Flores, de Mario Bellatin (#5)

  • sábado, setembro 10, 2016
  • By Aline Lanis
  • 6 Comments

E assim somos apresentados ao livro "Flores".
Já sabemos desde o início que será uma história podada. Tenho até dificuldades de falar sobre esse livro pois ele te fisga de um jeito tão impactante. Li ele no dia que chegou aqui em casa durante o trajeto de ir e vir da faculdade. Em ônibus lotados. E ele me fez esquecer completamente do ambiente em que estava, coisa um pouco difícil de acontecer, já que ônibus pode ser um inferno.

Mas, a cada fim de relato eu tinha que fechar o livro e pensar. E pensei muito. Esse livro me pediu vários momentos de reflexão olhando para o além. Além das pessoas dentro do ônibus, além das ruas que passava e além de tudo que eu tava passando no momento.

"Flores" é uma coletânea de pequenos textos aparentemente independentes mas que no fundo são apenas fragmentos de uma história maior. O que me fez pensar um pouco sobre a vida em si. Afinal, não somos todos pequenos fragmentos de uma história maior da humanidade? Se eu tivesse que definir esse livro em uma frase, ela seria: menos é mais. Essa é uma frase que eu escutava muito nos tempos de teatro pelo meu professor e eu acho absurdo como ela se aplica a várias coisas da vida. Ao não dar detalhes demais sobre alguma coisa ela se torna mais real e mais aberta a possibilidades. 

Conhecemos bem pouco dos personagens apresentados, mas o que conhecemos já é forte o suficiente. É um livro que incomoda bastante. E, apesar de toda a bizarrice conseguimos perceber a solidão das narrativas e talvez seja por isso que eu não consegui em momento algum julgar aquelas pessoas fictícias porém super reais para mim. E isso me torturou de certa forma. Estamos a todo momento julgando. Todo mundo julga. Claro, temos o exercício diário de tentar não fazer isso (pelo menos eu tenho), mas é uma coisa comum. E ao ler um livro, eu julgo bastante os personagens. Pois normalmente tenho disponível para mim tudo sobre as personagens o que dá uma certa "razão" de julgar cada decisão tomada. Mas nesse caso eu não tenho disponível praticamente nada. O que me levou a mais uma reflexão interessante.

Qual nosso fundamento real para julgar uma pessoa? Nós sempre esquecemos que a gente apenas sabe o que a pessoa nos apresenta e tenha certeza disso: não chega nem a metade do que a pessoa é. Ora, não temos capacidade nem de conhecermos a nós mesmos como podemos achar que podemos conhecer completamente o outro? Esse foi meu primeiro contato com esse autor incrível e espero que não seja a última. Se os outros livros forem da mesma qualidade que esse... alguém me segura. E essa edição linda e apaixonante? Cosac Naify sabia fazer livros né meu povo? ❤ 

Título Original: Flores
Autor: Mario Bellatin
Editora: Cosac Naify
Páginas: 77 
Tradução: Josely Vianna Baptista
O que achei?
não me cativou | okay | legal | me cativou | amei demais | alma gêmea | ONDE ESSE LIVRO TAVA SE ESCONDENDO?

You Might Also Like

6 comentários

  1. Uaaal
    Estou apaixonada pelo livro, só pela delicadeza que você descreveu ele, eu amo suas leituras, sempre apresentando obras incríveis para nós, realmente para algo te levar para longe em um ônibus cheio precisa ser intenso, e esse livro parece ser o tal, ja o quero <3
    "Afinal, não somos todos pequenos fragmentos de uma história maior da humanidade?" Para tudo que você ta demais ein menina!! hahaha
    Parabéns pela resenha cheia de sentimento, um beijo,
    Jhe <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico corada toda vez que vejo seus comentários Jhe! <3
      Fico feliz que tenha gostado! Acho que você vai amá-lo! ^^

      Eliminar
  2. Uau, adoro livros que você tem que parar pra pensar sobre o que estava escrito e além :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também adoro! Até fico triste quando isso não acontece! kkk

      Eliminar
  3. Os melhores livros são aqueles que nos ajudam a enxergar as coisas com outros olhos, que derrubam barreiras da nossa própria mente.
    Adorei e me interessei muito pelo livro, parabéns pela incrível resenha <3

    ResponderEliminar