Sangue Quente, de Isaac Marion (#12)

  • terça-feira, dezembro 13, 2016
  • By Aline Lanis
  • 0 Comments


É tempo de falar desse livro super amorzinho. Meu xodó desse ano. Quis ler ele desde que descobri que o filme "Meu Namorado é um Zumbi" era baseado num livro. Esse livro. Não sei se vocês já assistiram esse filmem, mas eu amo ele com todas as minhas forças. Apesar da tradução horrível, é um filme muito fofo e tem o meu muso Nicholas Hoult ❤

Pra quem nunca viu o filme e não faz a menor ideia de qual é a história aqui vai:
O livro retrata um mundo pós-apocalíptico em que zumbis estão por todos os lugares. Os humanos que sobraram vivem em lugares isolados por um grande muro.
Porém o protagonista dessa história não é nenhum humano tentando sobreviver, não. Quem nos conta a história é R, um zumbi relativamente novo já que ele está inteiro ainda.

E essa é a melhor parte do livro. Ver tudo isso na visão do 'vilão', o que tá lá pra comer todo mundo. R, assim como todos os outros zumbis, não se lembra de sua vida passada o que inclui seu nome. Ele tem um amigo, o M. M é um zumbi garanhão e super engraçado, eu adorei as partes que esses dois interagiam.

Em uma de suas caçadas, R encontra Julie e por algum motivo ele não consegue matá-la. Ele fica fissurado nela e acaba levando-a com ele de volta a sua casa, um avião no aeroporto onde se encontra todos os outros zumbis. E daí esses dois desenvolvem uma relação de afeto impossível.

Sim, relação de afeto. O nome em português que deram ao filme muda totalmente o sentido que eu acredito que tenha sido a intenção do autor. Tá, é obvio que vai nascer um interesse romântico entre as personagens, mas é tão mais profundo que isso. Tanto que ao começar a ler eu coloquei muita fé que permaneceria sempre como uma amizade entre os dois.

'Sangue Quente' é o primeiro romance de Isaac Marion e eu me apaixonei totalmente com a escrita desse cara. Ele escreve de forma simples e objetiva. Sem enrolação desnecessária. E ele tem o poder de te fazer se apaixonar por R. Pode ser que isso seja possível por ser narrado em primeira pessoa, mas é poderoso a forma como ele retrata R.

R, mesmo sendo um zumbi, é um personagem muito humano. Ele tem sofrimento, ele se questiona, ele está infeliz com a forma como ele vive. Por motivos desconhecidos, ele é diferente do restante dos zumbis. Ele tem fome de mudança, ele quer sentir novamente. E isso é lindo de ler.
Mas os humanos tem parte crucial na narrativa. Claro, eles não são o foco mas durante os flashes que R. tem quando come um cérebro e diálogos entre Julie e sua amiga vemos várias reflexões sobre a vida.

Ora, os humanos também passam por uma crise horrível. Eles agora não tem quase nada de liberdade, vivem a mercê dos zumbis que podem atacá-los e destruir o restante do mundo que ainda possuem. Vemos o ex-namorado de Julie tendo que repensar sobre seu sonho pois agora ele tem deveres diferente devido ao ambiente em que se encontra. Vemos como o trauma pode mudar uma pessoa. É um prato para reflexões profundas mas descritas com leveza.

Eu sendo uma pessoa que defende com garras e unhas que a coisa mais poderosa que existe é o amor, fiquei fissurada pelo livro. Não demorei para lê-lo, já que eu não queria soltá-lo de jeito nenhum, mas a cada capítulo que passava eu acaba ficando triste pois estava perto do fim.

Devo comentar aqui também que a Julie do livro é mil vezes melhor. A atuação da Teresa Palmer é maravilhosa, mas a construção da personagem na adaptação não chega nem aos pés da Julie do Isaac, que a retrata como uma mulher super forte e decidida. No filme isso deixa a desejar.

A edição brasileira desse livro é linda, a capa permaneceu igual a original (ufa!) o que me deixou muito feliz. O espaçamento, fonte tá tudo lindo do jeito que gosto. Leya, me beija ❤

AGORA, IMAGINA A FELICIDADE DA GAROTA AO DESCOBRIR QUE 'WARM BODIES' É UMA SÉRIE? 

Estou chocada e mega feliz. Pelo que entendi, apenas o segundo livro foi publicado e o terceiro será lançado em 2017. Espero que a Leya tenha planos de publicarem os outros livros também. Se não vou ter que ler em inglês mesmo. Só sei que estou animadíssima para ler como se iniciou essa praga e como R está se adaptando como um ser vivo novamente. 

Bom, espero que tenham gostado. Recomendo demais esse livro. É bem gostoso de ler e vale muito a pena. Até a próxima! <3

Título Original: Warm Bodies
Autor: Isaac Marion
Editora: Leya
Páginas: 252
Tradução: Cassius  Medauar

O que achei?
não me cativou | okay | legal | me cativou | amei demais | alma gêmea | ONDE ESSE LIVRO TAVA SE ESCONDENDO?

You Might Also Like

0 comentários