Diários do Vampiro: O Despertar, de L.J. Smith (#16)

by - quarta-feira, janeiro 25, 2017

Título Original: The Awakening
Autora: L.J. Smith
Série: Diários do Vampiro #1
Editora: Galera Record
Páginas: 236
Tradução: Ryta Vinagre
COMPRAR

O que achei?
não me cativou | okay | legal | me cativou | amei demais | alma gêmea | ONDE ESSE LIVRO TAVA SE ESCONDENDO?

Olá pessoal, tudo bem? 
O post de hoje é muito especial pra mim porque esse livro foi o livro que me fez amar ler. Tá que na verdade foi uma longa trajetória, não foi de uma hora pra outra. Mas esse livro foi o que me fez ficar horas sentada lendo porque eu não conseguia largar até saber o final.

Descobri 'Diários do Vampiro' quando eu tinha uns 12 anos (talvez até menos, não lembro direito) através de um anúncio em um site de notícias de Crepúsculo lá na época que tava bombando. Eu não lembro se li ele antes ou depois de ler a saga Crepúsculo mas isso não importa. O que importa é: eu fui completamente cativada pela história.

Logo que comprei já descobri que tinha uma série de TV baseado neles que comecei a assistir também, e mesmo amando a série eu odiei o fato de ser TOTALMENTE diferente. Mas isso é só um detalhe. Vou falar um pouco disso depois.

'O Despertar' vai girar em torno de Elena Gilbert na maior parte do tempo, ela é uma garota linda e popular que todo menino queria ter e toda menina queria ser. Seus pais morreram num acidente de carro e por isso, ela e sua irmãzinha Margaret vivem com sua tia Judith.

Elena acaba de voltar de uma viagem à França e se sente completamente perdida. Sem saber exatamente o que quer, mas sentindo que falta algo. E então ela conhece Stefan Salvatore, um estrangeiro misterioso o qual ela se apaixona logo na primeira vez que o vê.

Mas o rapaz não é nada fácil. Mesmo gostando dela desde o princípio, ele tenta ao máximo ignorar Elena por receio de machucá-la e porque ela é muito parecida fisicamente com Katherine, um antigo amor de Stefan que inclusive o transformou em vampiro.

Com flashbacks de Stefan descobrimos ao longo do tempo que ele e o irmão Damon eram apaixonados por Katherine e a safadinha tentou ficar com os dois juntos, o que não dá muito certo e acaba causando um briga horrível entre eles. E Stefan se corrói pelo ocorrido desde então.

Pode parecer bobo ou até mesmo clichê, mas acredite em mim quando eu digo que é muito legal!

Apesar do tema à la Crepúsculo, ele foi publicado antes. Acho bom deixar isso registrado pois lembro que na época que comecei a ler e começava a explicar a histórias pras pessoas eu sempre escutava que o livro era cópia de Crepúsculo. Por favor gente, não.

Quando você lê você consegue ver que não tem nada a ver. É uma versão totalmente diferente sobre os vampiros, tem presença de Druidas e tem uma pegada bem mais dark. E toda a mágoa de Stefan é algo bonito de se ver, pois mesmo ele sendo um ser horripilante e verdadeiro rei trevoso, ele é triste e não quer fazer nenhum mal.

L.J. Smith consegue passar toda a tensão daquele universo. Apesar de ter a presença do romance arrebatador de Elena e Stefan o mundo não é cor-de-rosa. Desde o primeiro capítulo eu só consigo enxergar o clima abafado e pesado de Fell's Church. E isso é magnífico, você nunca sabe o que vai acontecer em seguida. A autora te prende em sua narrativa com todo o suspense possível, nunca te entregando de uma só vez só acontecimentos.

O narrador onisciente intercala em contar o que está acontecendo com Elena e com Stefan. Dessa forma, sabemos de todos os pensamentos e sentimentos. O que nos deixa mais próximos das personagens.

'Diários do Vampiro: O Despertar' é um livro bem desenvolvido que te prende desde a primeira página. É um livro que conta uma história de amor, mas que não é o seu foco principal, que se prende em mostrar as relações de amizade, de vingança e arrependimento. 

E é meu xodózinho pra toda a eternidade. 
É isso pessoal, vocês conheciam a série fora da televisão? Já leram?

Nota: as fotos podiam ter mais foco né? hahah pois é, acontece.

You May Also Like

2 comentários

  1. "O Despertar" foi umas das primeiras leituras quando comecei a ser viciada (rsrs, esse termo é estranho) em leitura. Gostei muito, mas parei em "A Fúria" porque comecei a ver a série e também odiei por ser totalmente diferente, acabei não lendo o restante dos livros por que a série me prendeu, rs.

    Beijinhos ❤

    www.thaisilva.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. HAHAHA FOI EXATAMENTE ISSO QUE ACONTECEU COMIGO!

      Li só até "A Fúria", comprei o "Reunião Sombria" e nunca abri pra ler por causa da série que me viciou. Mas agora, relendo eu tô vendo que foi bobagem :(

      Os livros são tão <3

      Eliminar