08/03/2017

O Lado Bom da Vida, de Matthew Quick (#22)


Continuando o mês dedicado a livros com temática bullying e problemas psicológicos eu estou aqui hoje pra falar um pouquinho sobre "O Lado Bom da Vida". Assim como semana passado, essa leitura foi na verdade uma releitura. O que também vai ser para os próximos livros ('Uma História Meio que Engraçada', 'As Vantagens de Ser Invisível' e, claro, 'Os 13 Porquês'). 

Acho que não cheguei a falar em nenhum momento, mas o motivo de tantas releituras é porque eu fiz esse projeto pessoal de reler os livros que tenho pra poder passar pra frente os que já cumpriram seu papel comigo.

E "O Lado Bom da Vida" é um desses.

Lembro que eu gostei bastante quando li pela primeira vez. Dessa vez eu fiquei a maior parte da leitura morrendo de tédio. Mas isso não significa que o livro é ruim. Não mesmo. É um livro ótimo, mas já não servia tanto para mim nesse momento.

O livro conta a história de Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos que acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Ele não lembra o que aconteceu para que eles fosse internado e acredita que passou apenas alguns meses lá. O que ele sabe é que sua esposa Nikki, pediu um "tempo separado".

Convencido de que esse "tempo separado" está para acabar, ele tenta mudar tudo que aborrecia sua esposa, para que ele possa ser um marido melhor quando finalmente a encontrar. Ele volta a morar com seus pais e sua vida ali não é muito fácil. Apesar de ter uma mãe amorosa e acolhedora, seu pai é um homem difícil que vive de mau humor. Mas Pat é positivo com tudo pois acredita em finais felizes e no lado bom da vida.

A história como um todo é muito bonita e bem feita. Pat logo no início da história é apresentado a Tiffany, irmã da esposa de seu amigo. Ela, assim como ele, também tem problemas psicológicos e a amizade que eles constroem é bem bonita de ser lida. Mesmo ela sendo uma mulher bem difícil.

A parte que mais me incomoda no livro são as cenas em que Pat, seu pai e seu irmão (e as vezes seu amigo Ronnie) assistem aos jogos de futebol americano, mesmo sendo de extrema importância já que é praticamente os únicos momentos em que o pai de Pat fala com ele. Mas eu, como uma pessoa que não gosta de esportes no geral, achei essas cenas cansativas e extensas. Mas se você gosta de esportes, principalmente o futebol americano, isso não vai ser nada.

Eu não sei se só eu pensei nisso lendo, mas eu odiei o pai de Pat. Ele é um péssimo homem/marido e a mãe dele merecia alguém bem melhor.
Outro ponto que me incomodou bastante, principalmente agora que eu estou fazendo psicologia, é o fato do terapeuta de Pat ser super parça dele. Não é bem assim que deve ser, mas tudo bem. 

Agora, se tem uma coisa que me pegou de forma totalmente positiva foi os capítulos. Capítulos curtos me cativam. E esse livro me cativou por isso, além da história.

"O Lado Bom da Vida" é um livro divertido de ser lido, apesar das partes que eu achei negativa. Pat Peoples é cativante mesmo sendo um pouco estúpido as vezes. É uma história de superação bem feita e mesmo já sabendo o que tinha acontecido antes dele ser internado, já que vi o filmes antes de ler, a cena em que ele lembra é surpreendendo mesmo assim.

P.S. Não tenho certeza ainda, mas tava pensando em fazer um post falando sobre o filme nesse sábado. Quem sabe, vamos ver.

Título Original: The Silver Linings Playbook
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Páginas: 254
Tradução: Alexandre Raposo
COMPRAR

O que achei?
não me cativou | okay | legal | me cativou | amei demais | alma gêmea | ONDE ESSE LIVRO TAVA SE ESCONDENDO?

19 comentários:

  1. Eu amo essa história, mas entendo a parte de você sentir tédio. Eu não sei exatamente o motivo, acho que o escritor escreve muito bem, mas me parece que ele não sabe organizar as ideias e vai enrolando as cenas até finalmente encontrar um gancho para o próximo cenário. É lenta essa transição e deixa o leitor meio "bocejando", mas ainda assim é uma história incrível sobre gratidão ♥ Acho que todos mundo deveria ler algum dia, mesmo que meio se arrastando rs. As entrelinhas são ótimas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é uma coisa louca. Pq ele é mto bom, mas mesmo assim ele vivia me perdendo! Sim, eu amo a história do Pat! ♥

      Eliminar
  2. Oi Aline!
    Eu sempre tive uma vontade imensa de ler este livro e, logo após, assistir ao filme. Como se trata de algo psicológico, acredito que a história deve ser rodeada de vários dramas, não? Gostei muito do seu post, mas acredito que você poderia ter se aprofundado mais no assunto do livro, e o que te fez gostar dele. Me lembro que o que me chamou atenção e me despertou vontade em conhecer a história, foi o tanto que a minha amiga elogiou este livro, e amava compartilhar alguns parágrafos comigo. De qualquer forma, obrigada pela a indicação, mal vejo a hora de poder lê-lo. Continue a escrever.

    Um beijo,
    Ge.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oie!
      Na verdade nem é tão dramático, mas isso deve mto pelo fato do Pat ser positivo sabe?

      Muito obrigada! Concordo com você, ultimamente parece que eu não estou conseguindo me aprofundar mto... vou trabalhar nisso!

      Beijo.

      Eliminar
  3. Queria saber se a adaptação do filme é boa, porque acabei ficando mais interessada pelo filme do que pelo livro. hehe
    Mesmo com todos esses fatos que você citou como negativos eu fiquei interessada em conhecer a história, principalmente pra saber quais os problemas psicológicos que o Pat enfrenta.


    Relíquias da Lara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também fiz um post falando sobre o filme. Ele é mto bom, mesmo sendo bem diferente.

      Vá conhecer a história, vale a pena! :)

      Eliminar
  4. Amo ver resenhas de livros e de filmes e no blog eu encontrei o que eu estava procurando muito lindo Parabéns

    ResponderEliminar
  5. Hmmmmm, uma coisa que eu adoro fazer é ler. Meu sonho é ter uma estante cheinha de livros. Cheirar, essas coisas. E sobre a resenha, sempre vi esse livro na livraria da minha escola, tenho vontade de ler, mas agora que eu sei, vou ler mesmo. Bela resenha.

    Bemroxo.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. haha obrigada, leia sim! é um ótimo livro.

      ADOOORO cheirar meus livros.
      Os dias de limpeza são lindos! hahah

      Eliminar
  6. Nunca li o livro, e por conta disso, não vi o filme ainda também. Tá na minha wishlist a anos! preciso ler, e sua resenha me deu ainda mais vontade disso <3

    sorria sempre :)
    www.malusilva.com.br

    ResponderEliminar
  7. Adorei o fato de dedicar o mês a livros/filmes com esse tema 💙
    Eu não gostei do filme, mas acredito que deva dar uma segunda chance a história.
    Ela parece muito boa!
    Ótimo post haha 💙💙

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Awn obrigada! <3 Eu queria fazer isso em setembro sabe? Mas resolvi aproveitar a vibe da estreia da série mesmo hahaha

      Ah, o filme é beeem diferente viu? dê uma chance ao livro :)

      Obrigada!

      Eliminar
  8. Oi, Aline. Meu Deus, que blog mais lindo. Me deu um orgulho tão grande agora ao lembrar que conheço ele desde o começo e ver o quanto está incrível. Parabéns pelo trabalho.

    Já li a resenha de uns três livros do autor e gostei de todos as histórias, mas ainda não tive a oportunidade de conferir se é realmente isso tudo. Sobre o Lado Bom da Vida, fiquei super curioso para saber o porquê dele ter sido internado e como será o desenrolar de tudo. Acredito que dessa vez darei uma chance para um dos livros do autor, tendo quase certeza que concordarei com a sua opinião, principalmente em relação ao futebol americano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Awnn obrigada seu lindo! <3

      Olha, é tenso o motivo viu! Eu quero ler mais livro do autor.. quero ver de comprar mais um logo.

      Eliminar
  9. Oi, Aline. Meu Deus, que blog mais lindo. Me deu um orgulho tão grande agora ao lembrar que conheço ele desde o começo e ver o quanto está incrível. Parabéns pelo trabalho.

    Já li a resenha de uns três livros do autor e gostei de todos as histórias, mas ainda não tive a oportunidade de conferir se é realmente isso tudo. Sobre o Lado Bom da Vida, fiquei super curioso para saber o porquê dele ter sido internado e como será o desenrolar de tudo. Acredito que dessa vez darei uma chance para um dos livros do autor, tendo quase certeza que concordarei com a sua opinião, principalmente em relação ao futebol americano.

    ResponderEliminar
  10. Lembro vagamente do filme, já que só assisti partes dele, então acho que seria bem legal ler o livro. Fiquei bem curiosa sobre a verdadeira razão dele ter sido internado. Não pretendo assistir o filme pra descobrir haha gosto de me surprender na leitura.

    ResponderEliminar