29/03/2017

Os 13 Porquês, de Jay Asher (#25)


Olá pessoas lindas do meu coração! 
Finalmente chegou o dia de falar sobre o livro da minha vida e a razão desse mês todo ter tido resenha de livros e filmes que tem em sua história temas como depressão, bullying e suicídio: Os 13 Porquês.

Eu descobri esse livro quando eu tinha 14/15 anos pelo tumblr já que volta e meia aparecia uma citação desse livro. Era uma época em que eu seguia muitos tumblrs depressivos e devido a história do livro, eles viviam postando sobre. Então eu decidi ir atrás.

Li ele pelo computador, na pirataria mesmo porque eu não queria esperar nenhum dia para começar e li ele todo em algumas horas, madrugando. E pronto, eu me apaixonei. Consegui comprar ele só alguns anos depois já que eu quase nunca achava ele disponível num preço bom, ele sempre foi carinho.

Reli agora pra relembrar a história já que dia 31 agora estreia a série na Netflix. 
Essa deve ter sido minha terceira ou quarta releitura e eu sempre termino sem saber como proceder. 

O livro é iniciado com Clay mandando a caixa de sapatos com as fitas de Hannah para o próximo nome da lista, logo depois voltamos no tempo para quando ele chega em sua casa depois da escola e encontra aquela mesma caixa em sua casa. Ele abre sem saber o que vai encontrar, coloca a primeira fita e ouve a voz de Hannah Baker, que cometeu suicídio.

"Espero que vocês estejam prontos, porque eu vou contar aqui a história da minha vida. Mais especificamente, por que ela chegou ao fim. E, se estiver escutando estas fitas, você é um dos motivos."

"Os 13 Porquês" tem duas narrativas simultâneas: a de Hannah e a de Clay.
A de Hannah são as fitas que explicam toda a bola de neve que a fez chegar a decisão de tirar a própria vida.
A de Clay são os pensamentos e as ações dele enquanto ele escuta a voz de Hannah nos fones de um walkman. Ele não entende como pode estar ali naquela lista e teme que a próxima fita possa ser a sua.


Apesar de super popular, eu não acho que seja um livro para todo mundo. Ele é pesado e Hannah não ameniza seus porquês, o que torna tudo muito difícil de ser lido. Mas em compensação, Jay Asher cria uma narrativa de mistério que te prende desde a primeira página. Você se vê curioso para descobrir o que aquelas pessoas fizeram. Afinal, aquilo fez uma pessoa decidir acabar com a própria vida.

É um livro poderoso e ao mesmo tempo perigoso.
Assim como ele pode abrir os olhos das pessoas para muitas coisas, não é difícil visualizar leitores que culpem Hannah, que a julgue e não tente entender a fundo como tudo que ela passou afetou a vida dela. Isso acontece direto com pessoas reais que vivem perto de nós, imaginem com uma personagem fictícia. 

"Acho que essa é a questão central. Ninguém sabe ao certo quanto impacto tem na vida dos outros. Muitas vezes não temos noção. Mas forçamos a barra do mesmo jeito."

O livro foca na questão da importância dos fatos que acontecem em nossa vida.
É tudo questão de causa e efeito. Clay vive se questionando se Hannah poderia estar viva se alguém tivesse notado os sinais que ela dava. Se ele tivesse conversado mais com ela. E é algo interessante de se pensar.
Precisamos nos esforçar e notar mais nas coisas que fazemos e falamos para as pessoas ao nosso redor. Nós nunca sabemos o que está acontecendo na vida delas.

Não espere perder as pessoas. Pense antes de agir e falar, note os sinais e procure ajuda ou ajude alguém se for necessário. Depressão não é besteira e nem frescura.


Como eu disse anteriormente, é um livro pesado. Além de abordar a depressão e suicídio, vemos frequentemente relações de abusos psicológicos e sexuais. O que talvez seja bom você saber antes de ler já que as narrações das histórias podem te trazer algum sofrimento.
Mas apesar do peso, Jay Asher nos trás um desfecho maravilhoso. Com um ar de esperança para o personagem de Clay que sofre muito escutando as fitas.

Eu não sei se consegui passar metade do que sinto e penso sobre esse livro, mas espero que tenha feito você querer ler ele. Vale muito a pena, de verdade. Mas lembre-se de ler com a cabeça aberta e sem julgamentos.

Você já leu o livro? Tá ansioso, assim como eu, e não vê a hora de assistir a série? Me diz aqui nos comentários!

Título Original: Thirteen reasons why
Autor: Jay Asher
Editora: Ática
Páginas: 254
Tradução: José Augusto Lemos

O que achei?
não me cativou | okay | legal | me cativou | amei demais | alma gêmea | ONDE ESSE LIVRO TAVA SE ESCONDENDO?

11 comentários:

  1. Li muitos anos atrás por causa do rumor do filme. Isso tem uns 7 anos. E eu tô TÃO feeliz que um livro tão forte e incrível tá sendo lançado como seriado pela netflix. Tô correndo no tempo pra fazer a releitura só pra me lembrar de alguns pontos.
    www.belapsicose.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hahahah menina esse rumor acabou com todo mundo né? nunca rolava e só falavam ai vem netflix e selena gomez e faz isso!!

      tô super feliz, espero que faça as pessoas pensarem mais sobre essas coisas e também façam querer ler o livro.

      Eliminar
  2. AAAAH eu estou louca por esse livro mas nunca encontro para vender nas livrarias daqui então baixei pelo ebook mesmo e vou ler assim que terminar minhas leitura atual. Desde o dia que li uma citação dele fiquei louca e igual a ti foi pelo tumblr tambem haha, só amor

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Acredita que nunca tinha ouvido falar desse livro, até o momento que ouvi falar da série que ia ser lançada? Hahaha eu amei a história da série e estou louca pra começar a assisti e o livro já estou louca pra ler, mas qual começo primeiro hahaha ❤️

    ResponderEliminar
  4. Que bom um post a respeito disso porque ontem li algumas pessoas falando sobre os 13 porquês e não entendi nada rsrs. Acabou que você e despertou curiosidade, mas ao mesmo tempo provavelmente eu sofreria muito ao ler. Quando mais nova tive depressão, quis muito morrer, foi uma fase que tudo estava ruim, na escola, em casa... todos me machucavam e ao mesmo tempo ninguém notava o quanto eu estava agonizando. Essa fase ficou pra trás há mais de 10 anos, mas é um assunto delicado.

    ResponderEliminar
  5. Eu também li esse livro há anos (pelo PC heheh) e fiquei apaixonada. Quando soube que ia virar filme fiquei surtada, mas aí o projeto não saiu do papel e eu meio que esqueci da história, PORÉM quando soube que estava sendo produzida uma série sobre o livro o surto foi em dobro hahaha passei meses e meses ansiosa e maratonei todos os episódios ontem mesmo.

    Eu não lembro muito bem dos detalhes do livro mas acho que a série conseguiu ser até melhor. Talvez eu releia só pra comprovar, rs.

    Ah, fiz um post sobre a série hoje, se quiser dar uma conferida: http://literarizandomomentos.blogspot.com.br/2017/04/13-reasons-why.html

    Beijos!

    ResponderEliminar
  6. por incrível que pareça eu não consegui terminar esse livro acredita? peguei-o emprestado com uma antiga colega, mas acabei, na época, não prestando atenção na leitura.
    Ontem tirei um tempo pra ver a série e simplesmente amei, não assisti todos os episódios tentando poupar kkkk.
    Sua resenha me fez ficar com vontade de ler o livro, quem sabe não o compro dessa vez kkk.
    Parabéns pelo post e pelo blog <3

    ResponderEliminar
  7. Li esse livro assim que saiu e foi amor a primeira vista, é um dos meus preferidos da vida. Eu acho que ele é leve, sabe pq? Porque ele mostra a realidade em um tom de realidade, a Hannah não esconde nada e eu acho que isso deixa melhor a leitura, pois não fica com aqueles rodeios todos, ele é direto, claro e objetivo, mesmo o tema sendo pouco discutindo na maioria dos livros.

    ResponderEliminar
  8. Esse é um daqueles livros que me parecem interessantes, mas que eu nunca pego para ler. Por eu ser uma pessoa meio sensível quando o assunto é suicídio/depressão, acho que eu ia acabar refletindo bastante sobre ele. É estranho eu ficar mais pensativa com um livro desses do que com uma história sobre pessoas que matam outras para servir em jantares (deixa em off haha). Já saiu a série, né? Acho que vou assistir, mesmo não gostando de ver série/filmes antes de ler :p Ah, e eu adorei a resenha *-*

    ResponderEliminar
  9. Sempre ouvi falar desse livro e agora da série, mas não havia lido nada ainda, e caramba, não deveria ter enrolado tanto!
    Esse livro remete exatamente o que eu gosto de ler, a realidade, capaz de ver a série antes do book, mas já o quero com toda certeza.
    Quero saber o que houve para que ela tomasse essa atitude.

    ResponderEliminar
  10. Olá Aline!

    Eu preciso urgente desse livro. Quero muito ler, gosto da temática e essa capa maravilhosa. Estou babando. Não vi a série ainda porque quero ler primeiro. É eu sou a louca que ler antes de ver. Amei as fotos e o post. 😘

    ResponderEliminar