05/04/2017

O Planeta dos Macacos, de Pierre Boulle (#26)

Olá meus amores! Tô aqui hoje pra falar sobre esse livrinho maravilhoso/donodaminhavida! Acho que já dá pra ver que eu amo o livro, pois é.
Eu na verdade era bem fã do filme de 1968, sabia que tinha um livro mais não tinha me interessado tanto em ler. Sei lá o motivo. Na verdade eu não tinha me interessado nem pelos outros filmes.

Conheci mesmo a história pelo filme "Planeta dos Macacos: A Origem" de 2011, que tem meu muso, James Franco e por conta do filme (que eu amei!) fui ver o antigão. Acabou que o filme era tão bom que nem quis ver as outras 4 sequências. Então por algum motivo esse ano eu resolvi assistir a franquia original inteira, finalmente. E acabou que eu amei! 

Até me animei pra ver os outros, comecei a ver o remake de 2001 do Tim Burton mas não vi nem 20 minutos dele e cansei... já o reboot eu revi "A Origem" e comecei "O Confronto" mas não acabei esse pois achei meio chato, mas pretendo terminar ele logo.

ENFIM AGORA VAMOS PARA O LIVRO! yay

Uma premissa muito simples, não preciso nem contar muito para alguém entender a magnitude dessa ideia... a história se passa num futuro próximo, onde três astronautas pousam em um planeta parecido com a Terra, com florestas, clima agradável e ar respirável. É lindo como um paraíso, mas eles são surpreendidos ao descobrirem que a espécie dominante daquele lugar são macacos, enquanto os humanos não passam de bestas.

A própria contracapa do livro nos diz que é um romance de tirar o fôlego desde as primeiras páginas até o final, que dizia ser mais impactante que a do filme. Eu sendo uma tremenda teimosa que sou, fui ler o livro achando que não me surpreenderia tanto com a história. Afinal, eu sabia do básico. Mas pessoa, esse livro é um tapa atrás do outro. 


Eu com certeza leria esse livro em poucos dias, mas sabe aqueles livros que você não quer que acabe e por isso enrola o máximo que consegue? Foi o que fiz desde o começo. Até tentei fazer isso mais para o fim, mas não deu. O livro me cativou de um jeito que eu não consegui largar até acabar a história. Dormi tarde esse dia, porque eu não aguentei e li os textos extras dessa edição logo após acabar o livro.

A narrativa é feita em primeira pessoa por Ulysse Mérou, um jornalista francês, único sobrevivente entre seus companheiros de viagem depois de uma caçada que acontece logo no início de sua aventura nesse novo planeta. A partir disso ele vira um animal de testes. Os macacos são muito focados na parte biológica e como os humanos são bem parecidos com sua espécie, eles acabam sendo as cobaias.

Apesar de não ser tão escancarado assim, fica mais do que claro o tanto de críticas que Pierre faz nesse livro. A sociedade símia que nos é apresentada nada mais é do que um reflexo da nossa própria sociedade. E o que mais dá impacto sobre como funciona essa sociedade é essa troca de posição. Apesar de ter várias questões muito mais profundas, prefiro focar só na parte da superioridade perante os animais. 

Acho que nós não percebemos o quão ruim são as coisas que fazemos com os animais para podermos ter respostas sobre certas questões. Ao trocar essas posições, podemos ver essa crueldade. Logo no início, temos os macacos fazendo um teste que Pavlov fez com cães a fim de ensinar em reflexo condicionado, não vou explicar esse tipo de coisa aqui, mas é muito interessante (inclusive eu estudei um pouco disso em Psicologia Geral e Experimental), se alguém se interessar saber mais sobre, abre esse link. Apesar de ter sido muito importante, dá uma dor no coração de pensar nesse cãozinho usado para esse teste... entendem o que quero dizer? Precisamos no mínimo, ter respeito por esses animais.


Enfim, acho que já estou me perdendo. 
"O Planeta dos Macacos" é um livro ótimo. E mesmo que você leia sem tentar captar nada das críticas e questões que ali estão, não deixa de ser um livro divertido de ler. É uma narrativa rápida e gostosa de ser lida e tem um final muito bom. Melhor que a do filme,na minha opinião.

Título Original: La Planète des Singes
Autor: Pierre Boulle
Editora: Aleph
Páginas: 209
Tradução: André Telles

O que achei?
 não me cativou | okay | legal | me cativou | amei demais | alma gêmea | ONDE ESSE LIVRO TAVA SE ESCONDENDO?


P.S. Essa edição é lindosa demaaaaais! ♡

2 comentários:

  1. Olá

    Não tive a oportunidade de ler esse livro ainda, mas vi o filme já e acho o filme mega interessante. Fiquei fascinada com tudo que o filme remete. 😘

    ResponderEliminar
  2. Alineeeee ♥
    Acredita que eu nunca vi nenhum dos filmes!?
    E apesar disso eu adorei a sua resenha, acho que ele é totalmente diferente do que eu achava que seria :)
    Quem sabe um dia eu leia e assista os filmes ;)
    Adorei a sua resenha e a forma como você descreveu o livro ♥
    ótima sexta
    bjo

    Tati C.

    ResponderEliminar