24/06/2017

{A LOKA DAS SÉRIES} Unbreakable Kimmy Schmidt


Olá galerinha! A loka das séries aqui tá voltando com tudo! Hoje vamos falar um pouquinho dessa série bem massa da Netflix. Eu não vejo muitas pessoas falando dela por aí, o que mão faz muito sentido pra mim já que ela é tipo... A MELHOR SÉRIE DA VIDA!
Sou suspeita pra falar, toda série boa que eu vejo eu digo que é A melhor.... talvez todas elas sejam. O que importa é que ela é boa sim, mas acredito que não é pra todo mundo pois ela tem um estilinho diferente. Mas enfim, vamos falar um pouco dela?

Unbreakable Kimmy Schmidt foi lançada em 2015 e uma das criadoras é a Tina Fey, aquela do 30 Rock e Meninas Malvadas sabem? E foi nesse mesmo ano que eu comecei a assistir. Um colega de curso falou sobre em uma aula e eu fiquei super curiosa! Parecia tão divertido! O que era interessante já que a Kimmy tem uma história triste.

Kimmy foi sequestrada quando tinha apenas 15 anos por um cara que se dizia reverendo e fez a garota acreditar que o mundo estava acabando e por isso ela estaria segura ali no seu cativeiro (bunker, ou "abrigo"). Ele ainda sequestrou mais duas mulheres e a quarta integrante foi para lá por livre e espontânea vontade. A série tem início 15 anos após o sequestro, quando as mulheres são libertadas pelo SWAT.


Elas logo ficam famosas e são entrevistadas por redes de TV e na volta para a cidade delas, Kimmy resolve ficar ali mesmo em Nova Iorque e reconstruir sua vida. E é a partir daí que a série realmente começa. Kimmy então explora a cidade, arruma um emprego, consegue um lugar pra morar e faz amigos. Titus, seu companheiro de apertamento, é um ator gay e negro que está na cidade a anos tentando ter seu lugar no teatro musical; Lillian é a dona do prédio em que Titus e Kimmy vivem, e é uma senhora louquinha que não aceita de jeito nenhum as modificações em seu amado bairro e Jacqueline é a chefe de Kimmy, uma mulher troféu de um homem muito rico.

Kimmy ficou presa por longos anos e por isso continua tendo a mentalidade de uma garota de 15 anos, por conta disso as situações em que ela tem que enfrentar, suas atitudes e sua forma de agir são bem divertidas de assistir. Mas mesmo assim, Kimmy não deixa de ser uma mulher da porra. 

As situações em geral são bem nonsense, mas sempre tem um fundinho de crítica. Isso sem perder o humor que a série traz. Acredito que o que faz a série não ser boba e superficial é a profundidade dos personagens. Eles podem parecer rasos mas não são. São seres humanos reais e é bem difícil não amar o jeitinho de cada um. E a melhor parte é que podemos acompanhar o crescimento de todos eles.


A série já está com 3 temporadas lançadas e já tem a 4ª confirmada. Uhuuuu 
Confira aqui o trailer da primeira, e assistam! É uma série curtinha, eu assisti cada uma das temporadas em poucos dias. ^^




1 comentário:

  1. A Netflix sempre me sugere essa série, mas eu nunca dava bola! Uma por falta de tempo e a outra por não achar que fosse boa. Mas, da próxima vez darei uma chance pra assistir alguns episódios.

    Um beijo!
    www.janeladesorrisos.com

    ResponderEliminar